1. Wiki
  2. keyboard_arrow_rightTracker v1
  3. keyboard_arrow_rightOcorrências do Tracker v1

Como analisar a causa raiz de uma ocorrência

Atualizado em

Após o cadastro e aprovação de uma ocorrência, é preciso identificar o motivo que a fez acontecer, para, a partir dai, executar ações que melhorarão os processos e a empresa. Esse motivo é chamado de causa raiz, que é a causa principal da ocorrência.

Portanto, a etapa de análise de causa consiste em compreender o que aconteceu e examinar todos os detalhes da ocorrência, para, com base em evidências, identificar a causa raiz do problema. Quanto melhor e mais aprofundada for a análise, maiores são as chances de se chegar na causa raiz.

Essa análise deve ser feita por uma equipe que esteja envolvida com a execução dos processos impactados pela não conformidade, pois são essas pessoas que possuem o conhecimento de como as tarefas e atividades são executadas.

A causa raiz pode ser registrada no Tracker, no campo “Causa”

Ela pode ser feita com a ajuda de algumas ferramentas da qualidade, que auxiliam na identificação, e o Tracker dá a possibilidade de usar duas: o “Diagrama de Ishikawa” ou “Espinha de peixe” e o “5 porquês”.

Para saber como utilizar o “Diagrama de Ishikawa”, clique aqui.

Para saber como utilizar os “5 Porquês”, clique aqui.

Após a análise e registro da causa raiz, você deverá alterar o status da não conformidade para “Elaborando o plano de ação”.

Este artigo te ajudou?